Conhecendo o 4x4 - Marcha Reduzida Low Range

 

  Muitos utilitários 4x4 têm o recurso das marchas reduzidas. O termo em inglês, comum em muitos modelos importados, é o low range. Este recurso reduz as marchas numa relação aproximada de 2:1, incluindo a ré.

Isto possibilita alcançar o torque máximo do motor em baixas velocidades - tornando o veículo capacitado para rebocar cargas pesadas. E o que é melhor ainda: facilitando seu controle em deslocamentos off-road radicais.

Para engatar a marcha reduzida

Observe a alavanca usada para engatar a tração 4x4. Em alguns modelos ela contém mais uma posição que lhe permite engatar as marchas reduzidas, já em outros você terá mais uma alavanca para esta função. Para evitar o uso errado deste recurso, o acionamento da reduzida somente é possível após o engate da tração 4x4.

O torque sobe consideravelmente e precisa ser distribuído entre os dois diferenciais, não apenas para o traseiro, que poderá ser danificado com acelerações bruscas se a reduzida for acionada para apenas um eixo, haverá risco de quebra de engrenagens e pontas de eixo.

Mesmo veículos mais antigos, como o Jeep brasileiro fabricado pela Ford até a década de 80, têm o acionamento da alavanca de marcha reduzida condicionado ao engate prévio da tração 4x4. O engate da reduzida deve ser feito com o veículo parado e as rodas-livres devem ser acionadas previamente.

Sistemas de acionamento elétrico, como na pick-up Ford Ranger 4x4 e no jipe Troller, acionam a reduzida através de uma chave elétrica. O sistema passa primeiro a tração para 4x4 e somente depois habilita o acionamento das marchas reduzidas. Não há como errar neste caso.